Pessoas feitas em série

Moda e Mídia estão ligadas, paralelamente está a fixação da sociedade em seguir os dois. Hoje em dia ainda mais, porque as informações chegam muito rápido. De uma hora pra outra, todo mundo ouve as mesmas músicas, veste as mesmas roupas, vai aos mesmos lugares, enfim, gostam das mesmas coisas.

Ou talvez seja assim que eles pensem, que é uma coincidência, mas não é. As pessoas é que se acostumaram a seguir tendências, ir comprando e assimilando o que está à mão. Não se dão nem ao trabalho de selecionar o que se encaixa melhor.

São o tipo de pessoas que dizem “Todas as minhas amigas estão usando/fazendo então eu preciso também!”.

Não há nada que eu deteste mais do que ligar a maldita TV e só ver os mesmos assuntos o tempo todo. O pior é que isso chegou até o meu precioso mundo literário. D: Quando dizem que um livro é bom, todo mundo começa a ler aquele mesmo livro e você ouve falar daquele assunto em todos os lugares. Como se já não bastasse eu ver NXZero, Fresno e Jonas Brothers em todas as capas de revista! A Brunna disse que eu sou do contra. É, eu sou! Porque, enquanto esse povo perde tempo falando nas mesmas coisas, existem muitos outros assuntos a serem descobertos. Tem muita banda boa por aí que ninguém liga, muito livro desconhecido com enredo perfeito… mas alguém presta atenção? ¬¬”

O que eu gostaria de entender, ma verdade, é por que as pessoas que agem diferente do comum são tão criticadas? Ao invés de exaltar o ser humano como indíviduo, a mídia tenta mostrar que fazer parte de um grupo é o mais importante. Fazer como os outros pra ser aceito. Se você não conhece (ou não se interessa) pelas últimas tendências fica à margem.

Claro que é meio difícil estar por dentro de tudo, as coisas voam! Tem que assistir a todos os programas, acompanhar todos os blogs para saber de cada detalhe mínimo. Ninguém merece! Quem não acessa muito a Internet, nem frequenta lojas chiques faz como? Porque ainda tem isso, as marcas! As pessoas associam os estilos da moda à determinadas marcas. (Quem conhece aquele filme velhão, Josie e as Gatinhas? ><“ #dietcokeéanovapepsi)

Em meio a isso tudo fica cada vez mais difícil encontrar pessoas com opiniõs próprias. E não adianta chegar e dizer “Não, a opinião é minha!”, quando existe uma grande possibilidade de você ter sido convencido daquilo por alguém. Vai dizer que não? Todos somos influenciados pelo meio em que vivemos e pelas pessoas que estão perto de nós, mas isso não significa que não possamos analisar os fatos para fazermos o nosso próprio julgamento.

É muito cômodo viver de opiniões alheias e ser como todo mundo para ter um lugar na sociedade. Difícil é se impor e dizer “Eu gosto”, quando sabe que todo mundo vai criticar e soltar um “Isso é tosco” para a modinha da vez. Resta saber quem tem coragem de ser como é num mundinho em que as aparências falam tanto…

Anúncios

14 thoughts on “Pessoas feitas em série

  1. Sim, eu concordo que muitos se deixam influenciar… Mas eu sou do contra, rsrs… Nunca gostei de modismos baratos, e isso serve também para literatura, teatro, música… Serve para a “vida”. Apreciei muito o seu texto. 😉

    Beijo,
    Dani

    Gostar

  2. Nesse caso, tbém sou do contra. Uso e compro o q eu gosto e não o que está na moda. Outro dia, um amigo chegou ouvindo no carro uma banda que está tocando direto e eu detesto. Brinquei com ele para tirar ‘isso’, pq eu odiava, e ele disse q só tava ouvindo pq tá na moda. Mandei ele se f…Huashuash! Será q ninguém mais tem opinião própria?

    Gostar

  3. Euu ‘vô’ falar agora heeein!.
    Eu sou uma pessoa INFLUENCIADA!
    SIM, geralmente as coisas que eu gosto chamam de ‘modinha’ e eu assumo..sei lá eu acho que sou muito preguiçosa então não encontro minhas próprias coisas..sempre preciso de um empurrãozinho..ou melhor que muitos gostem pra eu poder notar tal coisa e gostar também.
    Algumas coisas não..mas geralmente é assim..pra eu descobrir uma música preciso que o clipe seja lançado e passado na minha sagrada MTV..só depois disso penso em baixar a música.

    Gostar

  4. Adorei o post!
    Pois é, essa fábrica de idéias e rótulos que é a mídia…
    Faz de pessoas, marcas. De idéias, tendências.
    Eu não sigo muita coisa da ‘moda’ não…
    Tenho lá as coisas que eu gosto e que vejo que todo mundo gosta também…Mas não sou do tipo ‘ligada á tendências’, pelo contrário, nunca tenho tempo de ver o que está na moda, quais frases são mais usadas, quais vídeos são mais vistos..os atores e livros mais aclamados…
    Trabalhar tira todo o meu tempo. :/

    Gostar

  5. É, esse conformismo todo é bem irritante mesmo, ninguém merece.
    É claro que há sempre um lado bom em relação às modinhas: assim, algumas coisas boas são divulgadas pra pessoas que de outra maneira, poderiam nunca desfrutar dos benefícios de determinado livro, filme, etc. Twilight mesmo, eu duvido que teria lido se não fosse pela insistência de todos os meus amigos me mandando ler.
    Por outro lado, me irrita quando algo que eu gosto vira modinha, porque do nada todo mundo começa a gostar, só porque ficou famoso. Com a Taylor Swift foi assim. No começo, ninguém nem sabia quem ela era. Agora, todo mundo ama. Aí parecce que eu sou só mais uma conformista. Fico super irritada com isso. :Z
    Acho que o que vale mesmo é saber tirar da moda aquilo que lhe convém. Não só a respeito de roupas (não importa qual é a cor do verão; se não fica bem em você, não use e #prontoacabou) mas de tudo mesmo. Afinal, originalidade é um encanto à parte. 😉

    P.S. Nossa, falei demais, credo. 😛
    Beijinhos, flor!

    Gostar

    • kkkkkkkkkk
      Vc sabe q aqui pode falar o qnt quiser! *-*
      É como vc falou, tirar da moda o q cai bem e tentar ser o mais original possível!

      Gostar

  6. Pra eu ser sincero, eu nunca curti bandas da moda e outros apetrechos do tipo.

    Isso nao é ser do contra, é apenas voce nao curtir o que a midia esta jogando nesse momento. tudo faz parte do estilo e da personalidade.

    As pessoas que nao tem a personalidade ainda muito apurada, é levado ao caminho da midia, em sua grande parte sem perceber ou porque todos os amigos comentam e a pessoa pra nao ficar de fora do grupo, acabam sendo influenciado por isso.

    é como eu disse tudo faz parte do estilo e da personalidade.

    Gostar

  7. Eu já [quase] nem ligo tanto pra isso. Pra mim, o que interessa é o que EU escolho, e o por quê escolho… Cada um com suas escolhas e sua coinciência… e até mesmo coincidência. Se quer ser mais um na multidão de clones [estilo filme Eu, Robô], que seja.
    Também deve-se aproveitar da divulgação pra escolher o que se gosta. Tipo, não é porque todo mundo adora Lady GaGa que eu tenho que adorar também [\Q meu caso].

    bjuxx*

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s