Aqueles hábitos antigos

Culpem totalmente o @lueduardoo por esse post! – fica me dando ideias…😀

Essa coisa toda de tecnologia foi mudando aos poucos os hábitos das pessoas até que praticamente deixassem de existir. Tudo bem que hoje as coisas são mais práticas e rápidas, mas mesmo assim…

Onde foi parar a beleza das cartas, com aqueles papeis bonitos, desenhados e letras bem feitas ou não? Foram substituídos por e-mails, em sua maioria com letras padronizadas e pouco sentimento. Não existe o frio na barriga daquela espera angustiante até a carta chegar, recheada de amor, com o cheiro da pessoa e a letra da pessoa, que por mais feia que fosse poderia ser lida e relida por horas!

E as longas visitas, então? Foram substituídas por conversas no msn – até entre os membros de uma mesma casa isso acontece! Por mais barato que seja ligar uma webcam e mandar beijinho, nada por substituir o toque físico e verdadeiro onde as emoções falam mais alto e podemos sentir a verdade no outro à sua frente.

Não estou dizendo que usar Internet e celular não seja uma coisa válida, longe de mim. Seria hipócrita demais se fizesse isso porque a maioria as minhas conversas atualmente acontecem assim. Só que nenhuma delas diminuiu a dor que sinto por estar tão longe das pessoas que gosto, que a falta de dinheiro e a distância me impedem de abraçar e dizer nos olhos tudo o que sinto.

Sinto falta de quando dormia junto com Brenna & Brunna, e depois ia pra escola no dia seguinte. Das conversas e risadas até de madrugada com Katherine, ao ponto de mamãe mandar a gente parar “pelo amor de Deus”! =P De abraçar Zamana (com seus 2,02m) e sentir que nada no mundo inteiro poderia me machucar. De sentir o vento soprando mais forte com Nick perto de mim em pleno CEFET lotado, parecendo que éramos só nós duas. E a lembranças mais antiga de todas: assaltar a geladeira com Cipri religiosamente à meia noite sempre que ele ia dormir lá em casa! :B

Todas as formas de comunicação são válidas pra manter as pessoas nem que seja um pouquinho mais perto, mas não se deve deixar de lado os velhos hábitos só por causa de um pouco de tecnologia!

Post relacionado:

Virtual Life by Thiago Nakamura

10 thoughts on “Aqueles hábitos antigos

  1. “Por mais barato que seja ligar uma webcam e mandar beijinho, nada por substituir o toque físico e verdadeiro onde as emoções falam mais alto e podemos sentir a verdade no outro à sua frente.”

    Obrigado por relacionar minha postagem ^^

    Gostar

  2. Culpa minhaa??! =o haha’
    Valeu por ter feito esse post a partir de uma ideia.. que eu propus seila. Nao sei porque eu gostei tanto disso, mas eu gostei. ok’
    E concordo com tudo que disse. Até as brigas, sendo pessoalmente, são agradaveis comparado com as de msn. Desejar um Feliz Aniverssario pro amigo com um abraço é um momento tão bom; mas não é tão bom quando a pessoa apenas escreve “Parabens fulano” no subnick do msn. Tambem concordo na parte que, esses tempos digitais são validos sim; mas deveriam servir pra incrementar a vida das pessoas, e não pra substituir coisas importantes. Entende?

    É isso.
    Abraçozebeijos.

    Gostar

  3. Ain filha to tão sentimental hoje que eu quase chorei com seu post, sem brincadeiras, por um instante senti vontade de voltar no tempo e abraçar bem forte algumas pessoas que hoje apesar de perto estão muito distantes e nem uma carta sentimentalista poderia as trazer de volta…
    Seu post ficou perfeito, mamis te ama!

    Gostar

    • Fica assim nao, mamis! Por mais que a gente sinta saudade somente as pessoas que realmente merecem vão ficar perto da gente seja do jeito que for!

      Te amoo mamiis! *-*

      Gostar

  4. Aaah menine, pelo menos eu mandei carta e ganhei carta da minha melhor amiga que é do Paraná e eu não a conheço pessoalmente :T
    A falta de dinheiro acontece aqui tbm u.u
    asahusauhsa

    Queria tanto vê-la pessoalmete ee vc tbm *-*

    Gostar

  5. Realmente nada substitui o contato físico. Eu escrevia mil cartinhas pras minhas amigas durante as férias na sexta, sétima série, tenho tudo guardado até hoje. Era tão divertido! Todas as tardes fora de casa, andando de bicicleta, brincando de bets, esconde-esconde. Essas coisas a gente não vê mais por aí e eu sinto falta disso. As crianças já sabem mexer no computador com sete anos o.o, eu com sete anos mal sabia o que era computador, fui ganhar o meu primeiro há cinco anos! Coisa de doido… Só espero que a tecnologia não “mate” esses antigos romances. ;*

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s