Resenha: Branca de Neve & O Caçador (Livro)

Parece que esse é o ano da Branca de Neve mesmo! Once Upon a Time, Espelho, Espelho Meu! e Branca de Neve e o Caçador… Não sei por que esse surto de repente, mas é bom ver várias abordagens da mesma história que passou pela infância de todo mundo. Katherine me disse que as crianças estão começando a se questionar sobre o motivo da Rainha Má ser como é e coisas do tipo, acho digno.

Mas vamos falar do livro, começando pela diagramação. =) 

Perfeita! (Tirando o fato de que eu sempre acho que um livro pode ser mais recheado do que já é e que eu achei mais fofo o tamanho de “A Garota da Capa Vermelha” – cuja resenha prometi e não fiz, sorry! u.u) O livro é leve, fontes de texto graciosas e de fácil leitura, não contém erros de digitação (sim, sou chata – Departamento de Revisão serve pra isso) e as imagens… nossa! O que me fez pensar desde o começo que eles estavam tentando compensar alguma coisa. ò_Ó

Agora o enredo… Mediano e questionável. Não sei se é porque foi baseado no filme e não ao contrário, mas senti falta de detalhes importantes, enquanto outros foram desnecessários. Quem disse que eu queria saber tantas vezes assim se as unhas da Branca estavam sujas ou não e o que tinha embaixo delas??? Me senti como se estivesse lendo um roteiro, sei lá. “Corta para unhas sujas da Kristen Stewart. >_< E já saber o rosto que tem os personagens sempre me dá nervoso… menos o Chris “Thor” Hemsworth, dã! *-* Enfim, vai parecer implicância, mas eu penso que o livro poderia ter sido bem mais trabalhado, pra dar mais profundidade ao que não poderia ser captado no filme por causa da profusão de cenas rápidas e blábláblá. Vale ressaltar que ainda não consegui ver o dito cujo porque detesto ir ao cinema sozinha e ninguém fez a caridade de me levar! *cof cof*

Agora quanto aos pontos positivos… Sim, eles existem! Estou curtindo muito essa ideia de conflitos emocionais por trás das ações da Rainha Má, nesse caso, Ravenna. Anões que não sãosimplesmente criaturas baixinhas que vivem nas minas e tem um estilo meio RPG, guerreiros fortes e importantes no contexto. A história de vida do Caçador – Eric, seu lindo! *—* -, esposa perdida, afundar a vida no álcool e tal, deixou ele mais humano e com a existência mais palpável. Não sei se estou me fazendo entender.

Agora, parabéns aos autores (também aproveito pra elogiar todos da safra Branca de Neve 2012) que estão colocando nossa princesa como uma garota/mulher forte e decidida, que não depende de um príncipe pra resolver sua vida, que toma suas decisões mais importantes sozinha e sabe que um reino inteiro depende dela, mas não desiste! *aplausos*

Acho que é só. Dá pra se apaixonar pelo Eric, dá pra curtir a Branca e os Anões, até entender a Ravenna… mas como eu disse, esperava um pouco mais do livro. Esperemos pra ver o que a Brenna vai dizer do filme! .-.

2 thoughts on “Resenha: Branca de Neve & O Caçador (Livro)

  1. Creio que esse surto não vai se limitar apenas à Branca de Neve, não. Primeiro houve, se não estou errado, um série de quadrinhos americana escrito por um autor famoso (que também não lembro o nome) que trouxe um outro olhar mais assustador e eróticos para os contos de fadas. (mais profundo, digamos assim). Depois disso veio Alice no País das Maravilhas, dirigido pelo Tim Burton – A novia cadáver e Edward Mãos de Tesoura – que trouxe um olhar muito mais sombrio àquela historinha infantil e a A garota da Capa Vermelha, que é uma reconstrução da Chapéuzinho Vermelho feita de forma mais madura (apesar de eu ainda achar um romancezinho de adolescente, é muito mais adulto que as versões Disneydianas que existem por ai), que fizeram sucesso no cinema.

    Então virou uma fórmula recente de sucesso – que eu aprovo de certa forma – que é pegar histórias muito antigas da nossa infância e dar profundidade a elas, indo muito mais além do simples romance ou fábula. Se tornam crônicas profundas e de certa forma melancólicas. Mais adultas.

    Questionar a maldade da rainha foi genial. Tirar a idéia de uma Branca de Neve submissa e simplesmente vítima da própria fraqueza foram idéias geniais e porra! Finalmente deram uma explicação decente de porque os anões ajudaram a Branca de Neve e porque o Caçador não a matou. u.u

    E se pagar minha passagem, vou aí assistir com você o filme! =D

    Gostar

    • Ahahaha! Com o dinheiro da sua passagem eu pago pra todas as minhas amigas irem comigo!😡
      Você tem razão, os remakes estão vindo cada vez com mais força e dando mais sentido aos contos.
      Esses quadrinhos que você tá falando devem ser os mesmo ou parecidos com uns pdf’s que baixei esses dias, mas ainda não tive tempo de ler. O primeiro já começa com a Alice adulta e se tentando se suicidar! ‘-‘

      Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s