troca-de-livros1

Skoob: Troca de livros (e promessas de Ano Novo)

troca-de-livros1

No dia 1º de Janeiro de 2013 eu prometi que ia passar seis meses sem comprar nenhum livro. Obviamente foi uma das coisas mais difícieis que eu já me prometi, levando em conta que praticamente não cumpro promessas feitas a mim mesma…

Por ter ficado no vermelho ano passado – por questões outras da vida – precisei recorrer ao meu último recurso pra não gastar mais do que deveria: cortar a compra de livros por um tempo. Eu tenho vários livros que não li ainda, poderia pegar emprestado, faço downloads, são várias opções. Mas quem gosta de ter os livros pra cheirar, fazer carinho e olhar na estante por um tempão sabe muito bem que não foi fácil pra mim.

Com excessão de O Filho de Sobek, eu consegui manter minha promessa, até o dia 30 de Junho, direitinho. (Mas não conta pra ninguém que no dia seguinte eu já fui correndo pra Saraiva online…)

No entanto, trocas através do Skoob não fizeram parte do combinado. Primeiro que não são livros novos e segundo porque eu estaria  literalmente trocando um livro por um ou dois livros, dependendo do custo, então o gasto seria apenas das postagens.

Todo mundo que curte os livros aqui no Brasil já deve ter descoberto o Skoob, se não, é só entrar no site:

Skoob

O sistema de trocas pelo PLUS foi o que eu utilizei nesse primeiro semestre e digo que foi bem satisfatório. Você sempre pode encontrar pessoas educadas e pacientes que te dizem qual o real estado dos seus livros antes da troca. É preciso enviar o pacote com registro para que você possa acompanhar e os pontos só vão para o perfil da pessoa quando o livro chega em sua mãos, evitando o número de espertinhos.

O único impecilho é – e creio que sempre será – o Serviço dos Correios brasileiro. É o serviço mais imprevisível que eu conheço! Você pode ter todos os dados do livro, a pessoa pode ter te mandado em menos de uma semana após a solicitação, mas seu pacote eventualmente vai parar no limbo. Um dos livros levou mais de UM MÊS pra chegar. Coitado do carteiro, gosto tanto dele e ele me trata tão bem, chegou a me entregar o pacote no meio da rua quando perguntei se tinha algo pra mim.

Outra opção interessante é a troca livro x livro que várias pessoas também fazem. Ainda não tive coragem para tal porque considero muito arriscado. Mas aqueles que tem o costume de fazer esse tipo de troca apresentam referências nos próprios perfis para consulta.

Essas duas formas de troca são ótimas opções para quem se decepcionou com o livro comprado ou tem aqueles exemplares menos significativos que poderiam ser substituídos por aquisições melhores. Mais ainda, liberar espaço no amontoado apertado de livros que fariam melhor bem em outras estantes. É igualmente possível encontrar aquele livro que você está procurando há anos e não consegue achar em sebo nenhum e muito menos em uma livraria, pois está esgotado. Com um pouco de paciência e habilidades de mineiro e possível fazer várias descobertas interessantes, se souber como garimpar.

No site dos Correios existem descrições de como o envio de livros deve ser feito, com preço, peso e outros detalhes importantes. Já cheguei a pagar mais do que deveria por não ter lido com atenção, então aconselho a levar tudo impresso para mostrar no caixa.

Minhas trocas:

Momo e o Senhor do Tempo (Michael Ende)

Pequenas Mulheres Vampiras (Louisa May Alcott e Lynn Messina) <<< o atrasadinho

Kiki Strike e a Cidade das Sombras (Kirsten Miller)

Chantilly (Mare Soares)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s